Sangue protestante

[SANGUE PROTESTANTE por Davi Lago]

Sou protestante como Lutero, que protestou contra a hipocrisia religiosa de seu tempo.

Sou protestante como Johannes Kepler, a figura-chave da revolução científica do século XVII, que afirmou: “quanto mais estudo os céus, mais contemplo a perfeição de Deus”.

Sou protestante como Johann Sebastian Bach, o maior compositor de todos os tempos, que escrevia em cada partitura: “Somente a Deus seja a glória”.

Sou protestante como William Wilberforce, que protestou contra a escravidão e se tornou a figura central na abolição do regime escravista mundial.

Sou protestante como C. S. Lewis, que disse: “Eu acredito no cristianismo como acredito que o sol nasce todo dia. Não apenas porque o vejo, mas porque através dele eu vejo tudo ao meu redor.”

Sou protestante como Martin Luther King, que protestou e conquistou os direitos civis para os norte-americanos.

Sou protestante como Michael Faraday, descobridor do eletromagnetismo. Dizem que se o Nobel existisse em seu tempo ele teria ganho sozinho cinco prêmios. Sua última frase foi: “Eu sei em quem tenho crido!”.

Sou protestante como John Wycliffe e Jan Hus, que já protestavam antes da Reforma contra o falso cristianismo. Assim como eles quero estar preparado para selar o protesto com meu sangue.

Sou protestante como Dietrich Bonhoeffer, que protestou contra o nazismo e foi assassinado pela sua insubordinação à tirania fascista.

Sou protestante como Charles Spurgeon que protestou contra as obras infrutíferas das trevas, e pregou ousadamente a verdade do evangelho para milhões de pessoas antes do rádio, da TV, da internet e da era da informação.

Sou protestante como Calvino, que protestou contra a ignorância e a falta de educação, fundando as primeiras escolas públicas modernas.

Sou protestante porque a Escritura não me permite ser conformado.

Comments are closed.